domingo, 30 de novembro de 2008

Fim.

Todos, tudo, nada, alguma coisa, alguém. Qualquer coisa que exista, tem um fim. Nem sempre sabe-se quando, onde ou porque. Mesmo que seja apenas com a morte, mas existe um fim.
Existe um fim para tudo e até mesmo para o próprio fim. O que me corrói é, na verdade, ver o início do fim e não conseguir enxergar o final.

2 comentários:

Louisie disse...

eu te amo

butzzy disse...

Eeeeeeeeeeeeeeee!!
Eu também amo vocêê!!!
=D